Esquerda
Em nota, Dilma Rousseff comemora indicação de “Democracia em Vertigem” ao Oscar

Sem grandes surpresas, em comunicado, Dilma alega ser “A história do Golpe de 2016”.

13/01/2020 18h57

Após o documentário Democracia em Vertigem, da Petra Costa, ter sido indicado ao Oscar de melhor documentário nesta segunda-feira (13/01), a ex-presidente e protagonista do longa, Dilma Rousseff, comemorou a indicação.

No comunicado, publicado em seu site oficial, Dilma diz que o “filme é corajoso, por mostrar o jogo sujo que resultou no meu afastamento do poder e como a mídia venal, a elite política e econômica brasileira atentaram contra a democracia no país, resultando na ascensão de um candidato da extrema-direita em 2018.”.

“A verdade não está enterrada

A história do Golpe de 2016, que me tirou da Presidência da República por meio de um impeachment fraudulento, ganha o mundo pelas lentes de Petra Costa no documentário “Democracia em Vertigem”. E, para surpresa de alguns, ganhou hoje indicação ao Oscar.

O filme é corajoso, por mostrar o jogo sujo que resultou no meu afastamento do poder e como a mídia venal, a elite política e econômica brasileira atentaram contra a democracia no país, resultando na ascensão de um candidato da extrema-direita em 2018.

Parabéns a Petra e à equipe do filme pela indicação ao Oscar. A verdade não está enterrada. A história segue implacável contra os golpistas.”

Continue lendo!

Entusiasta política e acadêmica de Engenharia Química (UFPR) nas horas vagas; liberal na economia e nos costumes. Diretamente da República de Curitiba.