fbpx
São Paulo
Doria lamenta mortes em Paraisópolis, mas garante que polícia não mudará operações

“a existência de um fato não inibirá as ações de segurança no Estado de São Paulo”, afirmou o governador.

02/12/2019 16h27

Nesta segunda-feira (02/10), o governador de São Paulo, João Doria, lamentou o caso ocorrido no último final de semana no bairro de Paraisópolis, na capital paulista, porém afirmou que a Polícia Militar não mudará suas ações na cidade.

“Gostaria de transmitir solidadriedade às famílias das nove pessoas que foram vítimas desse triste incidente ocorrido na comunidade de Paraisópolis”, afirmou Doria, que sinalizou ter determinado uma “apuração rigorosa dos fatos e das circunstâncias para apurar excessos circunstancialmente cometidos”.

“Quero registrar, no entanto, que ações na comunidade de Paraisópolis, assim como em outras, seja pela obediência da Lei do Silencio, de tráfico de drogas, ou furto e roubo, vai continuar”, destacou.

Em seguida, reforçou que “a existência de um fato não inibirá as ações de segurança no Estado de São Paulo”.

Continue lendo!

Entusiasta política e acadêmica de Engenharia Química (UFPR) nas horas vagas; liberal na economia e nos costumes. Diretamente da República de Curitiba.