Coronavírus » Mundo
COVID-19: Trump descarta por fim às medidas de isolamento nos EUA

Trump não pretende ignorar alertas mundiais de saúde, e diz que não fará nada “precipitado ou apressado”.

25/03/2020 23h41

Nesta quarta-feira (24), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou que manterá as medidas de isolamento adotadas para combater o avanço do novo coronavírus no País. Na contramão do vídeo divulgado pelo presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em suas redes sociais esta manhã, Trump disse que não vai “fazer nada precipitado ou apressado“, completando: “Eu não faço isso“.

Durante entrevista coletiva na Casa Branca, que postou um trecho do discurso do presidente americano em suas redes sociais, Donald Trump sinalizou que o Governo dos EUA deve repensar sua estratégia após o fim dos 15 dias de isolamento, mas reforçou que o retorno às atividades será feito com a adoção de medidas de manutenção do distanciamento social.

Quanto mais agressivamente nos comprometemos com o distanciamento social, mais vidas podemos salvar e mais cedo os americanos podem voltar ao trabalho, voltar às aulas e voltar ao normal“, declarou Trump, no trecho exibido acima. “Quero recuperar nosso país“, disse ao longo da entrevista, ressaltando: “Ninguém vai sair por aí nos escritórios se beijando ou abraçando, mesmo que sintam vontade“.

O discurso de Donald Trump nesta quarta-feira contraria a mensagem compartilhada pelo presidente Jair Bolsonaro esta manhã. Por meio de transmissão em áudio, um repórter garante que a postura do presidente americano seria a mesma do presidente brasileiro, qual seja ignorar organismos mundiais de saúde e alertas feitos pelo seu próprio Governo.

– 38 milhões de autônomos já foram atingidos. – Se as empresas não produzirem não pagarão salários. – Se a economia…

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Wednesday, March 25, 2020

Será que agora podemos confiar que Bolsonaro assumirá a postura de liderança que o País precisa, e tratará a pandemia que já matou milhares de pessoas pelo mundo com a seriedade que ela requer? Ou continuará chamando o vírus que matou mais de 50 pessoas no Brasil em questão de dias de “gripezinha”?

Advogada. Apaixonada pelo direito ambiental. Viciada em política. Humilde - e levemente sarcástica - proprietária do Blog da Azedinha.