Sem Categoria
Contra a vontade do pai, mãe quer submeter filho de 7 anos a mudança de gênero

No Texas, a mãe deseja mudar o sexo do filho, mas o pai é contra; júri decide nesta semana.

28/10/2019 11h53

Mais um episódio envolvendo ideologia de gênero com um menor de idade vem causando polêmica nos Estados Unidos. Desta vez, no estado do Texas, a Justiça investiga um caso em que a mãe de um menino de sete anos de idade pretende submeter a criança a um processo de transição de gênero contra a vontade do pai, conforme noticiou a Gazeta do Povo nesta segunda-feira (28/10).

O governador do estado, Greg Abbott, tuitou sobre o caso: “O problema do menino James Younger, de sete anos, está sendo analisado pela Procuradoria Geral do Texas e pelo Departamento de Família e Serviços de Proteção”. Um juiz deve decidir sobre a ocorrência na próxima quinta-feira (31/10).

De acordo com o periódico americano The Texas, Anne Georgulas, que é pediatra, juntamente com advogados e terapeutas que testemunharam em nome dela, disseram ao tribunal que o menino James Younger, de 7 anos é transgênero e expressou a todos o desejo de ser menina. O pai, Jeff Younger, por outro lado, alega que seu filho gosta de ser menino e não quer mudar de sexo.

Na última segunda-feira (21/10), um júri do Texas decidiu que Jeff Younger não pode impedir que o filho faça a transição social para o sexo feminino – transição social é quando uma pessoa começa a se adaptar publicamente ao gênero oposto.

Anne Georgulas defende que a identidade do filho deva ser afirmada por meio do uso de roupas femininas, por pronomes de tratamento femininos e pela mudança de nome para “Luna”.

Arraste para o lado para ler mais notícias!

Entusiasta política e acadêmica de Engenharia Química (UFPR) nas horas vagas; liberal na economia e nos costumes. Diretamente da República de Curitiba.