Mundo
Boris Johnson brinca e diz que veganismo é “crime contra amantes de queijo”

O ministro tira o “chapéu para os veganos que conseguem lidar com isso”

14/01/2020 11h26

O premiê britânico Boris Johnson quer perder peso no ano de 2020, mas virar vegano não é seu objetivo. A razão? O primeiro ministro ama comer queijo. Em uma entrevista concedida à rede BBC, Johnson afirmou que não aderirá a chamada Veganuary, pois a prática “requer muita concentração”.

Boris afirmou que tira o “chapéu para os veganos que conseguem lidar com isso, que conseguem evitar todos os produtos não veganos”, mas salientou, brincando, que evitar produtos de origem animal é “um crime contra os amantes de queijo”.

Em 2019, a esposa de Boris, Carrie Symonds, o convenceu a aderir uma dieta saudável, mas a dieta interrompeu-se durante a campanha para eleição e para o Brexit. Por hora, o ministro terá sua dieta padrão, mas com certeza não será vegana.

Bacharelando em administração pela UFPB.