fbpx
Governo
Bolsonaro se pronuncia pela primeira vez sobre soltura de Lula

O presidente afirmou que o petista está solto, mas continua com crimes nas costas

09/11/2019 13h57

Jair Bolsonaro (PSL) se manifestou sobre a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva somente neste sábado (09). O atual presidente pediu aos seus seguidores que não deem “munição ao canalha”, em uma referência ao líder petista.

Em sua conta no Twitter, Bolsonaro postou um vídeo homenageando o ministro da Justiça Sérgio Moro e pedindo para que o povo brasileiro não fique indignado com a impunidade e não se mobilize contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que colocou o maior bandido do país nas ruas.

“A grande maioria do povo brasileiro é honesta, trabalhadora, e nós não vamos dar espaço nem contemporizar com um presidiário. Ele está solto, mas continua com todos os crimes dele nas costas”, declarou o presidente.

Professor de filosofia, jornalista e diretor do movimento Neoiluminismo. Entusiasta da filosofia, [geo]política, economia e literatura.