Bolsonaro dará palavra final sobre reforma da Previdência

A equipe econômica possui versões da reforma da Previdência ao presidente.

economia
 8 de fevereiro de 2019 | 11h32
Por Wilson Borba

Segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, a equipe econômica possui já prontas algumas versões da proposta da reforma da Previdência. A equipe aguarda a recuperação do presidente, pós-cirurgia, e seu retorno a Brasília para apresentação de todas as opções compreendidas pela equipe de governo. Ainda segundo o ministro, Guedes, itens como idade e a transição para o regime de capitalização ficarão a cargo decisório do presidente.

Em reunião com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, Guedes reforçou que a proposta não inclui uma alteração na legislação trabalhista e que a temática deverá ser maturada e discutida posteriormente a pauta mais importante, a Previdência. O presidente da Casa, Alcolumbre, não quis arriscar em exarar uma vitória ou derrota no Senado, mas fixou que é favorável à matéria e os senadores irão acompanhar de perto a tramitação na Câmara e os debates que ali começarão. A previsão é que o texto chegue à Câmara depois do dia 20 deste mês e a perspectiva de recebimento no Senado, caso aprovada, é de 3 a 4 meses.

Informações: Portal G1.