fbpx
Governo
Bolsonaro confirma convocação de 1.000 policiais federais

O objetivo, segundo o presidente, é para reforçar o combate à corrupção como na Lava Jato

14/04/2019 11h46

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou, em uma publicação neste domingo (14) no Twitter, que a convocação de aproximadamente mil pessoas aprovadas no último concurso da Polícia Federal vai servir para compor o setor de inteligência da corporação e no combate à corrupção.

“O objetivo é compor gradativamente o quadro de inteligência, como no trabalho da Lava-Jato (combate à corrupção) e outros serviços de segurança nacional”, disse o presidente na publicação.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, anunciou na quinta-feira (11) a nomeação dos candidatos aprovados no concurso da Polícia Federal, realizado no ano passado, durante a cerimônia de balanço das ações governamentais nos primeiros 100 dias de gestão.

Lorenzoni disse que a medida faz parte da ação do governo de combate à criminalidade e corrupção no Brasil, junto ao pacote anticrime de Sergio Moro.

“Está aí ajustado o aproveitamento de mil novos policiais federais que foram aprovados em concurso público e que estão em fase de reforçar a nossa Polícia Federal no que diz respeito ao combate ao crime organizado e à corrupção”, disse Lorenzoni.

As informações são do site Poder 360

Jornalista profissional, estudioso de política, economia e amante de automobilismo.