Bolsonaro anuncia corte de 21 mil cargos comissionados

Decreto irá gerar quase R$ 195 milhões de economia por ano.

Cargos
 14 de março de 2019 | 8h22
Por Pedro Tomasia

O governo publicou nesta quarta-feira (13) um decreto que extingue 21 mil cargos, funções e gratificações no serviço público federal. De acordo com o Ministério da Economia o corte irá resultar em economia de R$ 195 milhões por ano.

Desse total, 6.587 deixarão de existir imediatamente, pois já estavam vagos. O restante será cortado em fases, uma em 30 de abril e outra, a partir de 31 de julho, se a função estiver preenchida os funcionários serão exonerados.

O presidente Jair Bolsonaro comemorou a medida no Twitter:

“A economia que faremos são recursos que vamos poder investir na melhoria da experiência do cidadão, do serviço fim, que beneficia as pessoas” disse o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel.

Além desse decreto, outros dois ainda devem ser feitos pelo governo visando estabelecer mais critérios para as indicações em cargos comissionados e exigências mais firmes para abertura de concursos públicos.

Informações do O Globo.