fbpx
PGR
Aras promete a senadores do PT “absolver” os “injustiçados”

Indicado para PGR segue em busca de apoio dos senadores para confirmação de sua indicação.

12/09/2019 10h47

O indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) à Procuradoria-Geral da República, Augusto Aras, se reuniu com senadores do Partido dos Trabalhadores (PT) em busca de apoio para a confirmação de sua indicação ao cargo.

O discurso contra uma conduta considerada “punitivista” do Ministério Público e de independência em relação ao governo agradou aos parlamentares petistas.

Após o encontro com o indicado, os senadores petistas disseram para o Valor que “um dos aspectos positivos foi o fato de Aras ter indicado que usará o cargo para ‘fazer justiça’, e não para ‘perseguir políticos ou a política’”.

Em seguida, ele prometeu “que não vai apenas ‘acusar’, mas também ‘absolver’ aqueles que seriam ‘injustiçados’, palavra costumeiramente usada pelo partido para se referir a Luiz Inácio Lula da Silva”.

De acordo com outros parlamentares, Aras avaliou que a Lava Jato teve um ponto em que extrapolou o limite da lei e cometeu excessos.

Informações do O Antagonista.

Estudante de ciências econômicas na Universidade de São Paulo e membro do movimento Neoiluminismo. Liberal convicto admirador da filosofia prática kantiana, economia ortodoxa, Hayek e história econômica institucional.