Governo
Após críticas, Bolsonaro cogita criar um ministério extraordinário

Ao deixar o Palácio da Alvorada, Bolsonaro xingou Greenpeace e disse estar cogitando criar um ministério só para cuidar da Amazônia.

13/02/2020 15h16

Nesta quinta-feira (13), após o presidente Jair Bolsonaro atacar o Greenpeace, ele afirmou a jornalistas que estuda a criação de um ministério extraordinário destinado ao cuidado com a Amazônia. O mandatário disse que a proposta ainda será apreciada pelo Governo.

“Teria uma reação grande porque é a proposta de criar mais um ministério, um ministério extraordinário da Amazônia. Vou levar para estudar, não posso resolver aqui, agora”, afirmou ao deixar sua residência oficial.

“Envolve despesa, e tem o impacto negativo de mais um ministério”, completou Bolsonaro.

Ainda ontem (12), foi criado o Conselho da Amazônia, presidido pelo vice Hamilton Mourão e que será composto por representantes de 15 ministérios.

Ainda neste domingo, o MBL disponibilizou gratuitamente o documentário “Não vai ter golpe” no youtube, link para acesso:

Continue lendo!

Uma jovem que migrou da Engenharia Química para a Política e o Jornalismo. Encontra sua vertente ideológica no Liberalismo, mas entende que é preciso buscar o tangível para solucionar os problemas da sociedade.