fbpx
Esquerda » Política Internacional » Saúde
Alberto Fernández diz que, se eleito, pretende legalizar o aborto na Argentina

O presidenciável parceiro de Kirchner defende a descriminalização para, depois, legalizar

14/08/2019 10h19

O presidenciável argentino, da Frente de Todos, Alberto Fernández, reforçou recentemete o seu desejo de legalizar o aborto no país. Ele disse possuir a “decisão política” de legalizar a pauta, e que o primeriro passo para isso é a descriminalização.

“Não quero que mais nenhuma mulher morra, há de se despenalizar imediatamente”, disse ao canal argentino Net TV.

“Tenho a decisão política de despenalizar(descrimininalizar) e legalizar o aborto porque não quero que mais nenhuma mulher morra. Primero, deveria se despenalizar para terminar con a clandestinidade. Não podemos nos omitir do que está acontecendo. É um problema de saúde pública”, disse Fernández.

Fernández explicou que, se eleito, tomaria a medida de legalização gradualmente. “A mim, parece que existem duas etapas. Primero, há de arcar com a despenalizacão para terminar com a clandestinidade, assim, as mulheres vão possuir mais mecanismos para proteger sua saúde”, para só após isso ocorrer a completa legalização, concluiu.

Bacharelando em administração pela UFPB.