Supremo envia notícia-crime contra Bolsonaro à PGR
Essa semana promete cobrar com juros e correção monetária as irresponsabilidades do presidente

O clima pegou fogo no Planalto neste fim de semana. Jair Bolsonaro está sendo pressionado por todos os lados para chutar Eduardo Pazuello do Ministério da Saúde; consultoras como a XP Investimentos orientam investidores a abandonar o barco náufrago da economia brasileira.

Foto: Marcos Corrêa/PR

Se já não fosse suficiente, a ministra Rosa Weber, do STF, resolveu colocar a cereja no bolo e deixar o chefe do Executivo de cabelo em pé na noite deste domingo, 21.

A magistrada enviou à procuradoria-geral da República uma notícia-crime contra Bolsonaro por indicar cloroquina a pacientes de Covid-19.

A peça diz que, ao promover o uso da cloroquina, Bolsonaro teria cometido três crimes. O primeiro, de colocar a vida ou saúde alheia em risco previsto no artigo 132 do Código Penal; o segundo, de direcionar recursos públicos para aplicações diferentes das previstas em lei previsto no artigo 315 do mesmo Código Penal e, o terceiro, de dispensar licitação fora das hipóteses previstas na Lei nº 8.666 de 1993.

Com todos os requintes de crueldade, desejo uma boa noite de sono ao seu Jair.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria