Suspeita de enviar carta com 'ricina' à Trump é presa nos EUA
Ricina é uma substância tóxica extraída da mamoma e utilizada em ataques terroristas

Neste domingo (20), autoridades americanas prenderam uma mulher suspeita de enviar o pacote com ricina - substância altamente tóxica extraída da mamona e utilizada por terroristas - ao presidente Donald Trump. A prisão ocorreu em um posto de fronteira EUA-Canadá que fica em Nova York. A mulher tentava atravessar do lado canadense para o americano, e portava uma arma, segundo informações.

O caso ocorreu no começo da semana passada. Segundo as autoridades policiais, o pacote com ricina foi enviado Trump na Casa Branca, mas não chegou ao destinatário, pois há um rigoroso processo de classificação e filtragem da correspondência, realizado em instalação externa. Esse composto altamente tóxico extraído da mamona causa náusea e hemorragia interna, que pode evoluir para falha em órgãos vitais e morte pelo colapso do sistema circulatório.

Contém informações da/o CNN Brasil.
Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria