STF intima Silveira a se explicar sobre violação de tornozeleira
O ministro Alexandre de Moraes deu 48 horas para a defesa esclarecer o caso

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes cobrou, nesta 2ª feira (19.abr.2021), esclarecimentos sobre violações no monitoramento do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), que está em prisão domiciliar desde 14 de março.

Daniel Silveira
Daniel Silveira (Reprodução/Internet)

Moraes intimou a defesa do deputado e a Central de Monitoração Eletrônica da Seap (Secretaria da Administração Penitenciária) do Rio de Janeiro para explicarem, em até 48 horas, se houve violação no uso da tornozeleira eletrônica de Silveira.

Em 6 de abril, o ministro já havia solicitado as informações. Em despacho, Moraes afirmou que havia “aparente contradição” num relatório da Seap. O documento declara que Daniel Silveira “não cometeu violações” no período de 29 de março a 5 de abril, mas informa duas ocorrências:

  1. rompimento de cinta, em 31 de março;
  2. fim de bateria, em 4 de abril.
Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria