Segurança de Bolsonaro expulsa repórteres da Globo de evento em MT
Jornalistas de outras emissoras tiveram passe-livre, enquanto os da afiliada da Globo foram forçados a sair

Nesta sexta-feira (18), enquanto o presidente da República participava de um evento no Mato Grosso, sua equipe de segurança expulsou repórteres de uma emissora local afiliada da Rede Globo, desafeto de Jair Bolsonaro. O incidente foi revelado durante a transmissão do Jornal Nacional. Outras emissoras tiveram passe-livre, enquanto a TV Centro América foi retirada do local e ameçada de prisão.

"A equipe responsável pela segurança do presidente Jair Bolsonaro na visita a Mato Grosso impediu o trabalho dos profissionais de jornalismo da TV Centro América, afiliada da Globo. Um dos compromissos do presidente hoje era numa fazenda no município de Sorriso. Jornalistas acompanhavam o evento, mas um dos seguranças reconheceu a repórter Mel Parizzi e o cinegrafista Idemar Marcatto como funcionários da emissora. Esse segurança chamou então um Major do Exército que estava no local, e os dois jornalistas foram conduzidos para fora da fazenda", revelou o apresentador Willian Bonner.

"A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão, a Associação Nacional de Editores de Revistas e a Associação Nacional de Jornais divulgaram uma nota de repúdio à censura imposta à equipe da TV Centro América. As associações ressaltaram que, de forma arbitrária, os agentes permitiram a entrada de outras equipes de reportagem e impediram a equipe da TV Centro América, sob ameaça de prisão. A Abert, a Aner e a ANJ destacaram que qualquer tipo de censura cerceia o direito constitucional da sociedade de ser livremente informada", acrescentou Renata Vasconcellos.

"Nós procurarmos a assessoria do Palácio do Planalto, mas não tivemos resposta", encerrou Bonner.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria