Queiroz livre, leve e solto nas manifestações
Para algumas pessoas, esse país está uma maravilha e o 'mito' só precisa ser defendido dos comunistas

O ex-assessor denunciado como operador do esquema de “rachadinha” no gabinete do senador e ex-deputado estadual e filho do presidente Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz voltou a circular livre, leve e solto pelo Rio de Janeiro após ter sua prisão revogada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), em março.

Fabrício Queiroz
Fabrício Queiroz (REPRODUÇÃO)

O mais incrível de tudo isso é que Queiroz ainda teve a audácia de postar vídeos em sua conta fechada no Instagram, um que mostra manifestantes cantando o hino nacional, outro que mostra a a subida de um balão que puxava consigo uma bandeira com o rosto do presidente Jair Bolsonaro, seu amigo dos tempos de Exército. Ou seja, teve a liberdade de ir defender o que lhe agraciou. Este país é feito de ironias.

Depois, ele publicou ainda um vídeo que possui compilados de momentos do 1º de maio e um outro em que corre de sunga na areia da praiaem direção à câmera - quando para diante dela, presta continência - que maravilha não? Enquanto este país está largado à Covid 19 e o presidente que ele defende já registrou em sua agenda apenas 45 minutos de trabalho por dia.

A legenda deste último vídeo reforça o bordão de Bolsonaro: “Pronto para o combate Sr! Brasil acima de tudo, Deus acima de todos!!”. Algumas pessoas não saíram de 2018 mesmo. Está tudo perfeito. Jair está lidando melhor do que o PT e estmos privatizando a rodo, Guedes está mandando bem na economia. Não tem coronavírus no Brasil, a cloroquina resolve tudo. No caso de Queiroz, está tudo se saindo perfeito mesmo. Ele não tem nada a reclamar, só tem agradecer defendendo o 'mito' dos comunistas que querem derrubá-lo do poder.

Contém informações da/o Estadão.
Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria