Por causa da fumaça do Pantanal, avião de Bolsonaro arremeteu
É só uma "fumacinha", pô

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) informou nesta sexta-feira, 18, que seu avião precisou arremeter ao chegar a Sinop, no Mato Grosso, pois a visibilidade “não estava muito boa”. A região do Pantanal enfrenta uma onda de incêndios e a fumaça das queimadas já chegou em outras regiões do Brasil.

"Hoje quando o avião foi aterrissar, ele arremeteu. Foi a 2ª vez na minha vida que acontece isso, uma vez foi no Rio de Janeiro, e, obviamente, algo anormal está acontecendo, no caso é que a visibilidade não estava muito boa", declarou o presidente.

A manobra de arremeter acontece quando o piloto precisa subir novamente o avião mesmo já tendo entrado no processo de pouso, em direção ao solo.

A aeronave levava ainda os ministros da Defesa, Augusto Heleno, da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e o chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, ocorreu normalmente na segunda tentativa.

Na semana passada, Bolsonaro apareceu em um vídeo em que uma criança, sentada ao lado do presidente, questionou os presentes: “tá pegando fogo no pantanal?”, enquanto Bolsonaro, Hamilton Mourão, e vários outros participantes da reunião caíram na risada.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria