Pode isso Arnaldo?
Governo teria produzido requerimentos para CPI que o investiga

Quando parece que a política brasileira não poderia se parecer mais com um episódio de comédia pastelão do Chaves, vem o governo Bolsonaro e zaz!: demonstra que dá para piorar muito.

A última peripécia dos "gênios" do Planalto teria sido a elaboração de pedidos para ouvir médicos que defendem o tratamento precoce por uma funcionária da Secretaria de Governo, mas apresentados por senadores governistas à CPI da Covid.

Segundo levantamento dO Globo, "em sete documentos constam como registro no campo de criação de arquivo o login em nome de Thaís Amaral Moura, funcionária da Secretaria de Governo. Eles foram apresentados por Ciro Nogueira e Jorginho Mello, dois dos senadores mais próximos do governo federal".

Fica a dúvida: será que os responsáveis desconheciam as "impressões digitais" (metadados) dos documentos gerados pelo órgão ou estão tão confiantes assim no fracasso da CPI que sequer disfarçam a influência?

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria