PC Siqueira é condenado a indenizar Eduardo Bolsonaro
Youtuber teria exposto a "intimidade sexual" do deputado em dois vídeos postados no ano passado

O youtuber PC Siqueira foi condenado a pagar o valor de R$ 20 mil ao deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) por publicar vídeos que expunham a "intimidade sexual" do parlamentar. A decisão foi proferida pelo juiz brasiliense Leandro Borges de Figueiredo.

A defesa de Eduardo sustentou que os vídeos publicados no canal 'maspoxavida', de PC Siqueira, continham "comentários e opiniões expondo sua intimidade sexual". Para o juiz, o conteúdo extrapola "a crítica à atuação política e tocam direitos da personalidade" do deputado, "em especial à sua honra e intimidade".

Os vídeos foram postados em fevereiro de 2019, com os títulos "O corno da vez é outro" e "O lado podre da família presidencial".

A defesa do youtuber aduz que "não inventou o debate que de início foram veiculados pela Sra. Patrícia Lélis, ex namorada do autor, no estrito âmbito da discussão política dos costumes, os quais, feliz ou infelizmente, tornaram-se matéria de grande relevo. Afirma que o conteúdo de ambos os vídeos trata de meras banalidades, que obviamente fez as pessoas rirem ao assisti-los, e somente isso".

continua em outra matéria