Partidos entram com representação no Conselho de Ética contra senador
Em trecho do pedido protocolado, destaca-se "evidente abuso de poder"

Nesta sexta-feira (16), Rede e Cidadania protocolaram uma representação no Conselho de Ética contra o senador Chico Rodrigues (DEM), que foi flagrado pela Polícia Federal com dinheiro escondido na roupa íntima em Operação Desvid-19 no dia (14).

Os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Alessandro Vieira (Cidadania-SE) criaram a representação, que menciona que Chico Rodrigues é membro da Comissão Mista do Congresso Nacional a qual tem o objetivo de acompanhar os gastos públicos direcionados ao combate da Covid-19.

Em trechos do documento, os partidos argumentam que houve "grave crime" e “atos de quebra de decoro parlamentar”, além de destacarem:

“O abuso de poder é evidente, na medida em que há a alegação de malversação de verbas públicas que só tangenciam o parlamentar pelo fato de ser senador”.

O caso será avaliado pelos senadores do colegiado e, se for adiante, Chico Rodrigues poderá sofrer punição e até mesmo perder o mandato.

Contém informações da/o Metrópoles.
continua em outra matéria