Pacheco decide fazer seu joguinho com Fux
E é por causa de coisas como essa que estamos onde estamos

Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, foi provocado a mostrar algum posicionamento sobre projetos que esbarram no Supremo Tribunal Federal (STF) e estão em tramitação na Casa durante reunião de líderes do Senado, nesta quinta-feira (22).

Rodrigo Pacheco
Rodrigo Pacheco (Raul Spinassé/Folhapress)

Entretanto, Pacheco - que é da área jurídica - avisou aos líderes partidários que analisará esses projetos com mais cuidado e deixou claro que os assuntos serão tratados previamente por ele com o presidente do STF, Luiz Fux.

Ou seja, uma mão lava a outra.

Porque, dos projetos mais relevantes, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), está pausada a proposta de 2015 do senador Lasier Martins (Podemos) que visamudar a forma de escolha dos ministros do STF. Um outro que está largada é a proposta de Oriovisto Guimarães (Podemos) que propõe limites a decisões monocráticas dos ministros da corte e acabou sendo reapresentada no último dia (09), após Luís Roberto Barroso determinar a instalação da CPI da Covid — mas, a decisão acabou sendo referendada pelo plenário do STF. Dentre outros projetos que tem alguma relação com o Supremo ou com os ministros.

E assim, continuamos vivendo para sustentar os amiguinhos do executivo, do legislativo e do judiciário.

Contém informações da/o O Antagonista.
Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria