MP do Rio quer que Flávio perca o cargo caso seja condenado
O senador é acusado de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa

De acordo com o Portal G1, na denúncia apresentada contra o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), o Ministério Público do Rio de Janeiro pede que ele perca o cargo, caso seja condenado por rachadinha. O parlamentar é acusado de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Os promotores do caso exigem ainda que os denunciados, se forem condenados, fiquem impedidos de exercer cargos públicos por até oito anos. Também existe um pedido de indenização de R$ 6,1 milhões, por danos morais coletivos.

O filho do presidente é acusado manter um esquema de rachadinha em seu antigo gabinete na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). De acordo com o Ministério Público, o esquema consistia em cobrar dos assessores que devolvessem parte dos salários que recebiam por trabalhar no gabinete do ex-deputado estadual. O ex-assessor Fabrício Queiroz, sua mulher e as duas filhas mais velhas também são acusados de terem participado do esquema.

Contém informações da/o O Antagonista.
Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria