Ministro da Justiça vai trocar diretor-geral da PF
Com aval do presidente Bolsonaro, novo ministro realizará mais uma troca na Polícia Federal

O presidente Jair Bolsonaro deu permissão ao novo ministro da Justiça, Anderson Torres, para mudar o diretor-geral da Polícia Federal.

Anderson Torres e Jair Bolsonaro
Anderson Torres e Jair Bolsonaro (Imagem: Carolina Antunes/PR)

O atual chefe da Polícia Federal é Rolando de Souza, escolhido por Bolsonaro e indicação de Alexandre Ramagem, que foi impedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de assumir o cargo em abril do ano 2020.

O diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Eduardo Aggio, também deve ser substituído.

Próximos a Torres dizem que a escolha terá caráter "técnico". Porém, diante das circunstâncias anteriores em relação à tentativa de trocas realizadas na Polícia Federal, há certa desconfiança quanto ao critério que adotará.

Será a quarta substituição no cargo de diretor-geral da Polícia Federal no atual governo. Passaram Maurício Valeixo e Alexandre Ramagem.

Contém informações da/o Folha de S. Paulo e O Antagonista.
Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria