Michelle Bolsonaro tenta censurar música sobre ela
A primeira-dama se sentiu ofendida com a letra da música sobre os R$ 89 mil

A música “Micheque” da banda Detonautas incomodou a primeira-dama que prestou queixa sobre ser vítima de injúria, calúnia e difamação, e deseja que a música seja retirada imediatamente de todas as plataformas digitais. E também que a canção seja proibida de ser executada em qualquer lugar público ou privado.

(Brasília - DF, 08/06/2020) Primeira-Dama Michelle Bolsonaro, durante a posse do Secretário Nacional de Justiça do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Claudio de Castro Panoeiro. Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

Na letra da música, há questionamentos sobre os depósitos de R$ 89 mil na conta de Michelle feitos por Fabrício Queiroz. Há alguns trechos das falas de Bolsonaro em forma satírica.

A música até pode ser ruim, mas e a liberdade de expressão?

Liberdade de expressão agora virou somente para o que ou quem eu concordo ou gosto?

A família Bolsonaro se iguala à família Lula neste quesito que aciona a justiça para tais casos. É muito fácil quando se tem o poder nas mãos.

Contém informações da/o O Antagonista.
Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria