Lewandowski dá ultimato em Bolsonaro
Emoções conflitantes entre STF e Jair

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski não está com ânimo para as pirraças do presidente da República, Jair Bolsonaro, e deu um prazo de cinco dias para que ele se manifeste sobre sua política de vacinação.

Como sempre, Bolsonaro caminha no sentido oposto da razão e já afirmou que mesmo que a Anvisa aprove a vacina chinesa CoronaVac, não irá comprar o imunizante.

Ajude a manter o MBL na luta!

"O despacho foi assinado no âmbito das ações ajuizadas por partidos políticos contra o governo federal depois que Bolsonaro dispensou a compra da vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech e se manifestou contra a imunização obrigatória", noticiou a Valor nesta sexta-feira (23).

Lewandowski afirmou que não tomará uma decisão monocrática por meio de liminar, assim que os ministros mais próximos do presidente também terão peso na decisão.

Será que a decisão sobre a vacinação ficará a critério do Capitão Cloroquina ou de Estados e Municípios?

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria