Homem que foi à casa de Felipe Neto ameaçá-lo é um dos '300' de Sara Winter
Cavalieri do Otoni é assessor parlamentar e também participou do 'bombardeio' com fogos ao STF

O homem identificado como Cavalieri do Otoni, que comandou um ato em frente à residência do YouTuber Felipe Neto na quarta-feira (29), é bastante conhecido dos atos da ala mais radical bolsonarista. Membro do grupo 300 do Brasil - liderado pela feminista arrependida Sara Winter -, ele participou do "bombardeio" com fogos de artifício à sede do Supremo Tribunal Federal em meados de junho.

Em seu novo perfil nas redes sociais, Cavalieri postou o vídeo de sua participação no ato em frente à casa do influenciador digital, no Rio de Janeiro, nos mesmos moldes do ataque à Suprema Corte:

A BARRA PAROU NA CASA DO FELIXO NETO!Se é guerra o que esse lixo quer é guerra que ele vai ter. Ontem estive na porta do condomínio onde ele mora, e o desafiei para um debate, mas o covarde não apareceu, fica fácil se fazer de macho atras das câmeras! Quer destruir a instituição mais importante de todas que é a família, NÃO VAMOS PERMITIR.Sou o guerreiro do Bolsonaro, o homem das carreatas pela abertura do comércio e pela democracia contra o STF, esse canalha comigo não terá vez!.BRASIL ACIMA DE TUDO DEUS ACIMA DE TODOS!..CAVALIERI GUERREIRO DO BOLSONARO, ESSE É O NOME!.#fechadocombolsonaroate2026..#euapoioopresidente #bolsonaropresidente #cavalieriesseéonome #riodejaneiro #errejota #soudorio

Posted by Cavalieri Do Otoni on Thursday, July 30, 2020

"Felipe Neto, estamos aqui na tua porta para falar que o Brasil tem representante. E para falar que o Brasil hoje está mudado. Não aceitamos a sua conduta cruel e covarde contra nossas crianças. Você é o maior covarde da população brasielira. Está aqui o Cavalieri, o 'guerreiro do capitão". Na sequência, Cavalieri reproduziu no alto falante frases de Neto, visando denegrir sua imagem. "Viva a família brasileira. Acabou a palhaçada. É uma vergonha. Felixo Neto. Tem que saber que o Brasil está nas mãos de Jair Messias Bolsonaro. Tem que saber que o Brasil tem comando. Brasil acima de tudo e Deus acima de todos. Acabou Felipe Neto", concluiu.

Um fato curioso é que o homem por trás dos que pedem a prisão de ministros e parlamentares, a intervenção militar e o retorno do AI-5, coincidentemente trabalha em uma das Instituições que ele alega querer fechar nas manifestações bolsonaristas. Conforme noticiamos em junho, Cavalieri é - ou era até 14 de junho - assessor parlamentar do deputado federal Otoni de Paula, aliado do presidente da República na Câmara.

Seu antigo perfil no facebook não está mais ativo, mas fotos que ele postou permaneceram registradas em prints, como uma em que ele informa ser assessor de Otoni:

O próprio parlamentar menciona Cavalieri em suas redes sociais, como numa postagem de maio desse ano. Essa ainda é possível conferir, pois não foi removida do perfil do congressista.

continua em outra matéria