Guedes sobre nova CPMF: "Prefiro esse imposto de merda"
O ministro voltou a dizer que não desistiu da medida

Nesta sexta-feira (16), o ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a dizer que não desistiu da nova CPMF e declarou: “Temos que desonerar o custo do trabalho. Enquanto as pessoas não vierem com uma solução melhor, eu prefiro esse imposto de merda”.

O ministro falou em um evento realizado pela XP. De acordo com ele, a ideia do novo imposto permanecerá viva enquanto o governo não encontrar outra solução para desonerar a folha de pagamento, segundo informações da Folha.

“Por que você acha que estamos pensando nessa coisa de merda? Você acha que liberais gostam de criar impostos? De maneira alguma. Só tem uma maneira razoável de pensar, é porque existe um pior funcionando hoje”, disse o ministro.

Guedes tinha dito na última quinta-feira (15) que talvez desistiria do imposto sobre transações financeiras e pagamentos eletrônicos, mas infelizmente não vai abrir mão disso.

Sobre a fala do ministro: Realmente os liberais não gostam de criar impostos, por isso a última coisa que eles pensam é nisso. Ao contrário do nosso ministro que já foi logo propondo essa medida.

Contém informações da/o O Antagonista.
continua em outra matéria