Guedes escolhe novo presidente do Banco do Brasil
André Brandão assumirá o cargo após a renúncia de Rubem Novaes

Nesta sexta-feira (31), o Governo federal definiu quem será o substituto de Rubem Novaes no comando do Banco do Brasil, após o economista apresentar sua carta de renúncia ao ministro da Economia e ao presidente da República. André Brandão, presidente do HSBC desde 2012, e nome mais cotado para o cargo, foi o escolhido pelo ministro Paulo Guedes.

Brandão atende ao novo perfil que Guedes quer dar à presidência do BB. O ministro da Economia buscava alguém com forte atuação no mercado e experiência na função - além do HSBC, ele também atuou junto ao CitiBank por 11 anos. Nas palavras do próprio Guedes, Brandão atenderia a esses requisitos, pois possui um perfil semelhante ao do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Guedes ainda não havia confirmado Brandão no cargo, por receio de que poderia atrapalhar o processo de desincompatibilização das atuais funções. "Não falo em nomes porque isso pode atrapalhar. A indicação pode sair em um dia, três ou um pouco mais de dias", disse. Mesmo assim, o presidente do HSBC era considerado o nome mais cotado para ocupar a vaga, e interlocutores no Planalto disseram que Bolsonaro gostou do nome.

continua em outra matéria