‘Grande volume’, diz delegado sobre dinheiro nas nádegas
Confira a descrição da Polícia Federal sobre a apreensão realizada na casa do senador Chico Rodrigues

De acordo com a Polícia Federal, durante as buscas realizadas na casa de Chico Rodrigues (DEM-RR), o senador pediu para ir ao banheiro. O delegado oficial da apreensão afirmou que iria acompanha-lo.

Nesse momento, o policial notou “um grande volume, em formato retangular, na parte traseira das vestes do parlamentar, que utilizava um short azul (tipo pijama) e uma camisa amarela”.

Ao observar a bermuda do senador, a equipe de investigadores decidiu questioná-lo. Ele “ficou bastante assustado e informou que não havia nada”. Após a negativa, o delegado decidiu revista-lo. A ação está registrada em vídeo, que não foi divulgado.

“Foi encontrado no interior de sua cueca, próximo às suas nádegas, maços de dinheiro que totalizaram a quantia de R$ 15 mil. Ao ser indagado pela terceira vez, com bastante raiva, enfiou a mão em sua cueca e sacou outros maços de dinheiro”, afirma a descrição.

Ao todo, o senador escondia R$ 17,9 mil, conforme a PF. Com o escândalo, Chico pediu para deixar vice-liderança do governo Bolsonaro no Senado Federal.

Contém informações da/o Metrópoles.
continua em outra matéria