Governo Bolsonaro: Futebol é prioridade, escola não
Como evoluir em meio a tamanha inversão de valores?

A manutenção das diferenças sociais gritantes, do analfabetismo político e a implementação do pão e circo como forma de liderar marcam o governo Bolsonaro e a prova está aqui: diferente da Alemanha e Dinamarca, o país do futebol prioriza todos os outros setores antes da educação.

Preocupadíssimo, Bolsonaro atuou para que as partidas retornassem, ainda que sem público. Agora, 30% dos torcedores poderão voltar aos estádios. Apesar de declarar-se favorável ao retorno - ainda que em um momento inoportuno devido ao caos no sistema de Saúde -, o chefe do executivo não moveu um palha em prol dos estudantes.

Ajude a manter o MBL na luta!

Neste quesito, o Ministério da Educação também segue inerte e o governo não apresenta nenhum plano para a retomada das aulas. Para ilustrar o nível do descaso com a educação, até a volta dos cinemas já possui um protocolo.

Enquanto a Dinamarca abriu as escolas antes de sequer retomar o comércio não essencial, ainda em abril, o Brasil segue alheio às mazelas que acarretam um ano de clausura para as crianças.

Até quando o tema será negligenciado, presidente?

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria