Gilmar Mendes mantém Queiroz e mulher em casa
Gilmar Mendes manteve o fluxo intenso de habeas corpus e Queiroz seguirá em prisão domiciliar

Como de costume, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes não poupou habeas corpus e o beneficiado da vez foi Fabrício Queiroz - ex-assessor do filho presidencial Flávio Bolsonaro -, que poderá seguir em prisão domiciliar.

A decisão de Gilmar também vale para a esposa de Queiroz, Márcia Aguiar, que teve a gentileza da prisão domiciliar concedida enquanto estava foragida, e seria presa como o homem de confiança do clã Bolsonaro após decisão divulgada ontem pelo ministro Felix Fischer, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que determinava que Queiroz deveria voltar ao regime fechado.

Confira um trecho da decisão do ministro do STF:

"Além de recair fundadas dúvidas sobre a contemporaneidade dos fatos invocados para justificar a segregação dos pacientes, a suposta conveniência para fins de instrução criminal e de garantia da ordem pública parecem se referir muito mais a conjecturas, como as de que o​ paciente teria influência em grupos de milícias e no meio político."

Gilmar também justificou sua postura mencionando a saúde de Queiroz, que tem câncer.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria