Filho assumirá vaga se o senador pego com dinheiro na cueca for afastado
Neste país, a filhocracia ainda reina

Na quinta-feira (15), foi determinado o afastamento do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) - agora conhecido como o senador do dinheiro na cueca - de suas funções no Congresso por 90 dias, pelo ministro Luís Roberto Barroso, do STF. Porém, caso a decisão seja referendada pelo Senado, quem assume é o filho dele, Pedro Arthur Ferreira Rodrigues (DEM-RR), suplente da vaga.

O senador Chico Rodrigues e o filho, Pedro Arthur Ferreira Rodrigues
O senador Chico Rodrigues e o filho, Pedro Arthur Ferreira Rodrigues Imagem: Reprodução/Facebook

Pedro Arthur é administrador, tem 41 anos, e acompanhava o pai frequentemente em reuniões com autoridades e eventos em 2019.

Chico Rodrigues foi flagrado com uma enorme quantia de dinheiro vivo na cueca em sua casa em Boa Vista, quando a PF cumpria um mandado de busca e apreensão por suspeita de desvios de recursos públicos de emendas parlamentares destinadas ao combate à covid-19. Rodrigues era vice-líder do governo no Senado e foi exonerado do cargo por causa da repercussão desse caso. Ele ainda diz que vai provar sua inocência.

Contém informações da/o Uol.
continua em outra matéria