Em 24 horas, 4 aviões caíram no Brasil
Segundo o governo brasileiro, foram confirmadas 1.322 mortes

A cada dia que passa, fica nítido o penhasco que o Brasil precisará escalar para solucionar os problemas que vem se enfrentando durante a pandemia do novo coronavírus. O sistema de saúde de alguns estados colapsaram e pode-se falar que o Brasil atravessa sua pior crise na área de sua história.

Segundo Tatiana Roque, Coordenadora do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ, as mortes pela Covid-19 na última quinta-feira (16), 1.322 óbitos confirmados, equivalem como se 4 aviões tivesse caído em solo brasileiro.

"Caem 4 aviões lotados por dia no Brasil — há vários dias! Hoje cairão mais 4, talvez 5. O governo federal estimula a catástrofe desde o início, governos locais desistiram ou distribuem remédios 'preventivos' sem comprovação. Temos que fazer um mapa dessa leviandade toda. Triste", escreveu Roque no Twitter.

Portanto, o Brasil paga o preço pela ignorância de maus governos e inoperâncias executivas. Para piorar, o país foi um dos últimos afetados pelo vírus, tendo para estudar melhor medidas e se preparar pela pandemia que viria, salvando vidas brasileiras e evitando uma queda vertiginosa.

continua em outra matéria