Covid-19: Divulgado medicamento que reduz tempo de internação de pacientes graves
A descoberta reafirma um estudo semelhante da Universidade de Oxford, no Reino Unido, publicado em junho

Nesta quarta-feira (02), foi publicado, no periódico científico Journal of the American Medical Association (Jama), um estudo de meta-análise que confirmou que medicamentos corticoides reduzem a mortalidade em pacientes críticos do novo coronavírus. A pesquisa reuniu evidências de sete ensaios clínicos realizados em 12 países, incluindo o Brasil.

O ensaio foi feito com três medicamentos dessa classe: dexametasona, hidrocortisona e metilprednisolona. E contou com a participação de 1.700 voluntários. Todos os ensaios clínicos foram randomizados, ou seja, os participantes de cada grupo (o que recebeu o medicamento e o grupo controle) foram escolhidos por sorteio. No grupo que tomou um dos corticoides, 32% dos pacientes haviam morrido após o período de seguimento de 28 dias. Já entre os pacientes que só receberam o suporte clínico padrão, a mortalidade no período foi de 40%.

A descoberta reafirma um estudo publicado pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, em junho. Segundo a pesquisa, a dexametasona mostrou-se eficiente na redução de um terço no número de óbitos entre pacientes entubados. Com isso, a Organização Mundial da Saúde (OMS), deverá divulgar novas recomendações sobre o uso do medicamento.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria