Conselho de Ética do Cidadania recomenda expulsão de Fernando Cury
O parlamentar apalpou a colega no plenário da Alesp e poderá ser expulso do partido

No domingo (10), por unanimidade, Conselho de Ética do partido Cidadania recomendou que a legenda expulse o deputado estadual Fernando Cury (SP) - que foi flagrado em vídeo apalpando bem próximo ao seio da colega Isa Penna (PSOL) no plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo.

Imagem: Reprodução

Cury é alvo de um procedimento disciplinar interno da legenda, que foi votado neste domingo no colegiado da sigla.

Ajude a manter o MBL na luta!

A relatora do caso no Conselho de Ética do Cidadania, Mariete de Paiva Souza, disse:

“As imagens do plenário por si conferem clareza ao acontecimento, com nitidez, câmeras flagraram um comportamento descabido, rasteiro e incongruente por parte do deputado Fernando Cury contra a deputada Isa Penna. O fato é grave e insolente, não nos permite outra interpretação que não a de estarmos diante de um acontecimento desrespeitoso e afrontoso, que deve ser combatido”

Após aprovação na comissão, o relatório será submetido à executiva nacional do Cidadania, que irá decidir se acata ou não o parecer em favor da expulsão do deputado.

A indicação pela expulsão já havia sido anunciada em dezembro pelo presidente do Cidadania. O parlamentar também é alvo de um pedido de cassação no Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). 

Já, Cury disse em nota que não tem "dúvidas de estar sendo submetido a um julgamento ilegal, sumário e de exceção, que viola o Código de Ética do próprio partido e a Constituição Federal."

"Dentro da Assembleia Legislativa de São Paulo, onde respeita-se o direito de defesa e o devido processo legal, irei demonstrar que não violei o decoro parlamentar, bem como jamais assediei nem tive, em nenhum momento, a intenção de constranger a nobre deputada Isa Penna, a quem respeito e sempre respeitei."

Ajude a manter o MBL na luta!
Contém informações da/o G1.
Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria