Confira o valor do novo auxílio emergencial
O maior problema agora é encontrar um espaço no orçamento

O governo Bolsonaro pretende entregar ao Congresso a proposta do novo auxílio emergencial até a próxima quinta-feira, 18.

Paulo Guedes
Paulo Guedes (Andressa Anholete/Getty Images)

Como da primeira vez que mandou proposta do benefício, o Executivo estabeleceu que o valor deve ficar entre R$ 200 e R$ 250. A projeção é que o auxílio alcance 42 milhões de pessoas e o custo seja entre R$ 20 bilhões e R$ 30 bilhões.

Da última vez, o Congresso triplicou o valor e entregou o Coronavoucher a 600 reais. A preocupação do ministro da Economia, Paulo Guedes, está relacionada à inclusão na PEC Emergencial de uma cláusula de estado de calamidade, que permite à União flexibilizar gastos em 2021.

Um dos principais conflitos entre o governo e o novo presidente da Câmara, Arthur Lira, está relacionado justamente à demora da pasta da economia em enviar uma nova proposta e, por outro lado, a falta de espaço fiscal para encaixá-lo.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria