Câmara reforça pedido para afastar Gentili das redes sociais
O humorista Danilo Gentili teria compartilhado nova mensagem que incomodou a Casa

A Câmara dos Deputados reiterou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o ofício em que consta um pedido que tem como intuito proibir o apresentador e humorista, Danilo Gentili, de usar as redes sociais, após ele ter compartilhado a seguinte mensagem:

Danilo Gentili
Danilo Gentili (Imagem: Reprodução/SBT)

"Quando eu for presidente me comprometo a dar uma canetada e criar a IMUNIDADE CIDADÃ: todo cidadão terá imunidade para xingar o político que quiser. Se político que é sustentado pelo povo pode ter imunidade parlamentar o cidadão também deve ter imunidade contra eles", disse o humorista.

A Câmara alegou que a nova postagem de Gentili "persiste em instigar a população à subversão da ordem política".

O pedido da Câmara, feito em fevereiro, refere-se a uma mensagem postada pelo humorista em que ele falou em socar deputados que apoiavam a PEC da Imunidade. Mas Gentili excluiu a mensagem, além de se retratar, e a Câmara desistiu da prisão.

Porém, de acordo com a Câmara, a nova postagem "persiste na conduta delitiva, evidenciada pela incursão na seara criminosa de propor atos de violência e desprezo, causando franca desordem aos caros preceitos democráticos".

A decisão está nas mão do ministro Alexandre de Moraes.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria