Calheiros tira onda com Pazuello
Pazzuelo consegue ser humilhado até por Renan Calheiros

Em entrevista para a Folha de São Paulo, o relator da CPI da Covid, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) ironizou a atitude do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello que disse que não pretende depor presencialmente pois teve contato com pessoas infectadas com a Covid-19.

Eduardo Pazuello
Eduardo Pazuello (Imagem: Reprodução/Internet)

 "Quanto ao ex-ministro Pazuello, fico até contente que mais um integrante do governo fique preocupado com isolamento, distanciamento, ao contrário de comportamentos recentes"

Outro 'membro do governo' que foi digno da ironia de Calheiros, no início da CPI, foi o filhinho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro que disse que a CPI iria causar aglomerações. E o relator o respondeu com "Devemos comemorar a declaração do senador Flávio Bolsonaro. Afinal é a primeira vez que ele se preocupa com aglomeração. Deve estar deixando a posição negacionista da ciência."

Renan Calheiros não é um nenhum exemplo a ser seguido. Mas como relator, é compreensível que se responda figuras governistas com ironia, pois são figuras com discursos e atitudes totalmente negacionistas e na hora "H" se comportam como se estivessem se importando com a saúde dos componentes da CPI.

Ora, Flávio e Pazuello não tem o mínimo pingo de vergonha na cara para fazer isso na total cara de pau. Já não conseguem mais impedir que a Comissão prossiga e agora recorrem para as descupinhas esfarrapadas na tentativa de validá-las para conseguirem o que puderem para esquivar a culpa de quem seja que for.

Mas pelo menos, nenhuma desculpinha dos dois não colou.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria