Bolsopetismo: unidos na presidência do senado
"O PT resolveu apoiar quem eu tenho simpatia no Senado" - disse Bolsonaro

Nesta terça-feira (12), O presidente Jair Bolsonaro disse a apoiadores ter "simpatia" pelo senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para se candidatar a presidente do Senado. Em uma transmissão pelas suas redes sociais, ele disse:

Rodrigo Pacheco (DEM-MG)
Rodrigo Pacheco (DEM-MG) (foto: PEDRO FRANÇA/AGÊNCIA SENADO - 6/9/20)

"O PT resolveu apoiar quem eu tenho simpatia no Senado. Eu nunca conversei com deputados do PT, do PCdoB e do PSOL nem eles procuraram falar comigo. Eu já sei qual é a proposta deles"

Ajude a manter o MBL na luta!

O PT resolveu apoiar Pacheco para o comando do Senado porque Simone Tebet - nome que foi lançado pela bancada do MDB - é vista como aliada da Lava Jato. - conforme disse O Antagonista.

Rogério Carvalho, líder do PT, contou ao Estadão:

“Nós somos garantistas. Essa pauta que coloca em risco as garantias individuais, constitucionais e coletivas não nos agrada. Não queremos mudar o estado de consolidação das liberdades, presunção da inocência e garantias difusas por inovação de um ativismo judicial desproporcional. Não nos agrada aqueles que professam esta fé. Esta fé não é a nossa fé.”

Rodrigo também conta com o apoio do atual presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-MG).

Contém informações da/o Terra/O Antagonista.
Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria