Bolsonaro: "Não posso entrar na pilha de alguns achando que temos que correr"
Ao lado de Pazuello, o presidente falou sobre a compra das vacinas

Na noite desta quinta-feira (7), o presidente Jair Bolsonaro repetiu, em sua live de Quinta, que o governo vai comprar qualquer vacina, desde que seja aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). E ainda aproveitou para rebater quem critica sua gestão pela demora em disponibilizar o imunizante contra o novo coronavírus (Covid-19).

Jair Bolsonaro (Reuters/U. Marcelino)

“Qualquer laboratório, não interessa de onde seja. A nossa segurança é a Anvisa, temos que ter responsabilidade. Não posso entrar na pilha de alguns achando que temos que correr”, disse o mandatário.

E ainda afirmou, alfinetando indiretamente o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Ajude a manter o MBL na luta!

“Outros, inclusive um governador de um grande estado, falando que tem que ser obrigatória. É inadmissível entrar nesse assunto, não dá nem para discutir. E temos que falar em democracia no Brasil. Você não pode impor sua vontade sobre a população dizendo que vai proteger a vida dela. Em primeiro lugar, quem tem que proteger a vida dessa pessoa é ela mesma.”

Ajude a manter o MBL na luta!

Após isso, Bolsonaro repetiu que "não dá bola para qualquer tipo de pressão".

Contém informações da/o O Antagonista.
Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria