Bolsonaro desiste de nomear Decotelli
Dados falsos no currículo derrubaram o escolhido para suceder Abraham Weintraub

Segundo a Veja, o presidente Jair Bolsonaro desistiu de nomear Carlos Alberto Decotelli para comandar o Ministério da Educação. Nesta tarde, o presidente convocou uma reunião com ministros e líderes para tratar do assunto.

"O presidente já procura um novo nome para o ministério. Infelizmente, a avaliação é de que não há como seguir com Decotelli. Se mente no currículo, pode mentir em tudo. Confiança é algo crucial", disse um ministro.

Com isso, nomes que foram ventilados antes da escolha de Decotelli voltaram a ser contactados por emissários do Palácio do Planalto nas últimas horas.

Na última sexta-feira (26), a Universidade Nacional de Rosário, na Argentina, afirmou que Decotelli foi reprovado no doutorado, apesar da conclusão dos créditos. No sábado (27), foi revelado que o ministro da Educação teria plagiado seu artigo de mestrado. E hoje, a Universidade de Wuppertal, na Alemanha, negou que Carlos Alberto Decotelli tenha obtido pós-doutorado na instituição.

continua em outra matéria