Bolsonaro desiste de briga e governo federal vai comprar "vachina"
A assinatura será feita ainda nesta semana

De acordo com as informações da CNN Brasil, o Ministério da Saúde irá ceder para uma nova pressão dos governadores e firmará um contrato de compra de 46 milhões de doses da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a chinesa Sinovac Biotech.

A confirmação foi dada por três governadores que estavam presentes na reunião: Helder Barbalho (MDB), do Pará, Wellington Dias (PT), do Piauí, e Fátima Bezerra (PT), do Rio Grande do Norte.

Os três gestores contaram que o contrato foi apresentado já pronto pelo ministro, Eduardo Pazuello e que ele informou que a assinatura ocorrerá ainda nesta semana.

O acordo inclui todas as doses que o Governo de São Paulo tinha negociado com a Sinovac, e prevê exclusividade.

Ou seja, o ministério comprará as vacinas do Butantan, mas o instituto não poderá mais negociar diretamente com os outros estados, sendo todas as doses inseridas no Plano Nacional de Imunização.

As primeiras 9 milhões de doses irão chegar em janeiro e serão usadas em conjunto com a vacina de Oxford e da AstraZeneca, contratada pelo governo há alguns meses.

Contém informações da/o CNN Brasil.
Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria