"Bolha histérica"
A visão passapanista de Lira sobre as reações do mercado à troca do comando da Petrobras

Nesta terça-feira (23), o presidente da Câmara, aliado do presidente Bolsonaro, Arthur Lira (PP-AL) já começou a passar pano para seu chefe no episódio em que fez a Faria Lima se estremecer de medo.

Arthur Lira
Arthur Lira (Imagem: Sérgio Lima/ AFP)

Em uma live promovida pelo jornal Valor Econômico, ele afirmou acreditar que:

"Isso está claro que é uma bolha histérica, que precisa ser sanada"

Disse considerar a troca de comando na empresa um assunto passado e nunca ter ouvido nas conversas em Brasília qualquer menção sobre ingerência ou controle de preços.

Segundo Lira, o ocorrido foi uma "troca normal de um auxiliar" e não interessa a forma como ela foi conduzida, porque essa é uma atribuição do presidente da República. - Parece que não é somente de Guedes a fama de capacho do governo, se bem que no caso do presidente da Câmara, ele foi eleito para isso.

Ainda sobre a aprovação de projeto da "importância" do que trata da autonomia do Banco Central ele revelou que "não pode perder para uma especulação, quando todos os fundos de investimento de bancos sérios no exterior estão recomendando, não, mandando seus clientes comprarem ação da Petrobras". - Bem do maneira que "chefe" queria.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria