Banco do Brasil anuncia programa de demissão voluntária
Banco prevê a adesão de cerca de 5 mil funcionários e o fechamento de 361 unidades

Nesta segunda-feira (11), o Banco do Brasil anunciou uma abertura de dois Programas de Demissão Voluntária com a previsão de adesão de cerca de 5 mil funcionários. E também o fechamento de 361 unidades (112 agências, 7 escritórios e 242 postos de atendimento) no primeiro semestre de 2021.

Banco do Brasil
Banco do Brasil - Reprodução/internet

A adesão é voluntária e de caráter pessoal. Os incentivos variam de acordo com as condições estabelecidas por cada programa e pelas condições de cada funcionário.

O objetivo do fechamento das unidades, conforme informou o banco, é trazer mais eficiência à rede de atendimento, propiciar recursos para abertura das unidades de atendimento especializado e melhorar a experiência do cliente. E que a reorganização da rede de atendimento, com o fechamento de unidades, deve trazer uma economia líquida anual estimada com despesas administrativas de R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025.

Serão informados ao mercado após o encerramento dos períodos de adesão até 5 de fevereiro, o número final de adesões e o impacto financeiro, segundo a empresa estatal.

O Banco do Brasil informou que irá manter sua presença em locais que houve fechamento, com outras unidades próprias já existentes, em 221 municípios, ou com correspondentes bancários Mais BB nos demais.

Ajude a manter o MBL na luta!
Contém informações da/o G1.
Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria