Banco Central avalia estampar cão caramelo na nota de R$ 200
O presidente do BC, Roberto Campos Neto, reconheceu a importância de lançar a nota em homenagem ao vira-lata

Na última quinta-feira (06), a diretora de administração do Banco Central (BC), Carolina de Assis Barros, afirmou que a instituição estuda uma possibilidade de implementar o cachorro vira-lata caramelo na nota de R$ 200. O objetivo da ação seria uma forma de envolver o combate aos maus-tratos de animais.

A declaração da diretora está relacionada à petição que pede o vira-lata na nota. Ela foi criada na semana passada e já conta com mais de 50 mil assinaturas. O autor do pedido, o deputado federal Fred Costa (Patriota-MG), se reuniu com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, no último dia 30 de junho para tratar do assunto.

"Eles justificaram que não haveria tempo hábil para qualquer mudança, mas reconheceram a importância disso. E eu também reconheci a importância do lobo-guará (para estar na nota de R$200), por estar em extinção e ser um símbolo da nossa fauna", afirmou o deputado.

No último dia 29 de julho, o BC anunciou o lançamento da cédula de R$ 200, que terá como personagem o lobo-guará. A nova nota deve entrar em circulação no final de agosto. A imagem da nova cédula ainda não foi divulgada pelo Banco Central, que afirmou que ela ainda está em "fase final de testes".

Ajude a manter o MBL na luta!
Contém informações da/o UOL.
Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria