Aras busca vaga no STF ao atacar Lava Jato, dizem procuradores
Até mesmo integrantes da própria equipe do PGR ficaram indignados com a fala durante a live do PT

O procurador-geral da República, Augusto Aras, deixou membros do Ministério Público Federal e integrantes de sua própria equipe indignados com sua fala acerca da operação Lava Jato em uma live da "TV PT" nesta terça-feira, 28.

Augusto Aras
Augusto Aras (Reprodução/TV Senado)

"Agora é a hora de corrigir os rumos para que o lavajatismo não perdure. Mas a correção de rumos não significa redução do empenho no combate à corrupção. Contrariamente a isso, o que nós temos aqui na casa é o pensamento de buscar fortalecer a investigação científica e, acima de tudo, visando respeitar direitos e garantias fundamentais", declarou Aras.

Nos bastidores, as falas do PGR foram vistas como um ataque direto à própria instituição do MPF e como uma tentativa de capitalizar poder político para uma possível vaga no Supremo Tribunal Federal.

Membros da PGR classificam a atitude de Aras como um exagero e que não deveria ter escancarado uma questão que deveria ser debatida internamente no órgão.

Contém informações da/o O Globo.
continua em outra matéria