Após recorrer de depoimento presencial, #BolsonaroFujão vai aos trending topics
Celso de Mello havia determinado o depoimento presencial de Bolsonaro no caso de suposta interferência na PF

Nesta quinta-feira (17), após a Advocacia Geral da União recorrer da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, que determinou o depoimento presencial do presidente da República no caso envolvendo suposta interferência na autonomia da Polícia Federal, a #BolsonaroFujão chegou aos trending topics do twitter. O depoimento de Jair Bolsonaro, no entanto, está suspenso após decisão do ministro Marco Aurélio.

Muitos usuários questionaram a razão por que o chefe do Executivo parece ter tanto medo da Lava Jato e do ex-juiz Sergio Moro - a pessoa que revelou as supostas interferências quando decidiu deixar o Governo federal. Pela manhã, o presidente Bolsonaro tentou justificar seu apelo à Suprema Corte, e convencer a população de que não pleiteava nenhum privilégio - apenas um "direito" concedido em casos e condições excepcionais.

No final da tarde, o ministro Marco Aurélio Mello decidiu suspender o o caso e levá-lo para análise do plenário do STF, como queria o presidente. Tudo isso por conta de um simples depoimento. Não é de admirar a indignação e os questionamentos dos usuários no twitter.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria