680 mil servidores públicos receberam auxílio emergencial
Segundo a CGU, o prejuízo com os saques fraudulentos pode chegar a R$ 1 bilhão aos cofres públicos

Segundo um levantamento realizado pela Controladoria-Geral da União (CGU), 680 mil servidores públicos (federais, estaduais e municipais) dos Tres Poderes receberam de forma irregular o auxílio emergencial de R$ 600,00. criado para socorrer trabalhadores informais, desempregados, e MEIs (Microempreendedor individual) afetados durante a pandemia do novo coronavírus. São eles:

  • 613.431 agentes públicos, ativos, inativos ou pensionistas de governos estaduais, municipais e do governo do Distrito Federal;
  • 14.182 pagamentos a beneficiários que constam como agentes públicos federais ou pensionistas;
  • 52.001 pagamentos a CPF que constam como servidores militares da União, ativos ou inativos, ou pensionistas;
  • 950 beneficiários que constam como funcionários de empresas estatais federais.

De acordo com a CGU, o prejuízo com os saques fraudulentos pode chegar a R$ 1 bilhão aos cofres públicos.

No final de julho, o Ministério da Cidadania, chefiado pelo ministro Onyx Lorenzoni, afirmou que havia recuperado R$ 100 milhões em benefícios que foram pagos indevidamente.

continua em outra matéria