fbpx
Mato Grosso
Após requerimento do deputado Ulysses Moraes, o governo estadual promete quitar salários atrasados

O governador Mauro Mendes decretou, hoje (02), requisição administrativa da Santa Casa de Misericórdia e passará a

02/05/2019 19h16

O governador Mauro Mendes decretou, hoje (02), requisição administrativa da Santa Casa de Misericórdia e passará a tomar conta do hospital. Uma das medidas divulgadas em nota pelo governo foi sugerida pelo deputado Ulysses Moraes, por meio do ofício 009/2019, em março, mês que a Santa Casa foi paralisada.

Tal requisição prevê que “o uso do bem privado por parte do Estado será indenizado e depositado em uma conta judicial na Justiça do Trabalho para quitar as dívidas trabalhistas”. Dessa maneira, será possível destinar o dinheiro para o pagamento devido das dívidas existentes.

Santa Casa fechada

Em 11 de março, a Santa Casa paralisou seu atendimento devido, segundo nota publicada na época, ao não cumprimento do acordo feito com a Prefeitura Municipal de Cuiabá de um repasse de R$ 3.600.000 (três milhões e seiscentos mil reais). No momento da paralisação, o hospital já estava com seis meses de salários atrasados dos 800 funcionários.

A intervenção prevê que “o uso do bem privado por parte do Estado será indenizado e depositado em uma conta judicial na Justiça do Trabalho para quitar as dívidas trabalhistas”. Dessa maneira, será possível destinar o dinheiro para o pagamento devido das dívidas existentes.